terça-feira, 21 de junho de 2011

Tal pai, tal filho

Provérbio que tende a demonstrar que os filhos em geral reproduzem as qualidades e os defeitos paternos. É tão antigo que já aparece na estância XXVIII do terceiro canto de "Os Lusíadas", em que Camões procura demonstrar  que D. Afonso Henriques herdara as qualidades de bravura de seu pai, o conde D. Henrique, participante da Cruzada de Godofredo de Bulhão: "Ficava o filho em tenra mocidade, em quem o pai deixava seu traslado, que do mundo os mais fortes igualava, que de tal pai tal filho se esperava." Há o mesmo provérbio em francês: "Tel père, tel fils" - é repetido em vários outros provérbios. Por exemplo: Quem sai aos seus, não degenera; Filho de peixe, peixinho é; Filho de peixe sabe nadar; Filho de gata, ratos mata, etc. Simões Lopes Neto cita nos "Contos Gauchescos" esta forma: Filho de tigre é pintado.

Nenhum comentário:

Postar um comentário